DRTV - RADIO ONLINE AO VIVO

DRTV - RADIO ONLINE AO VIVO - Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

quinta-feira, 5 de maio de 2011






















Fluminense sucumbe no final e é eliminado no Paraguai



Bem marcado, Conca pouco conseguiu produzir na partida
Foto: Reuters


O time de guerreiros não conseguiu brilhar na noite desta quarta-feira. Com dois gols sofridos nos cinco minutos finais, o Fluminense sucumbiu a pressão da Libertad e foi eliminado da Copa Libertadores ao perder para o time paraguaio por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Defensores del Chaco, pelo jogo de volta das oitavas de final.
O Libertad pressionou durante toda a partida, mas conseguiu abrir o marcador apenas no segundo tempo 12min, com belo chute de Rojas da entrada da área. O gol da eliminação do Flu aconteceu apenas aos 40min, com o lateral esquerdo Samudio. Nos acréscimos, Núnez marcou o gol que definiu a eliminatória.
Nas quartas de final, o Libertad vai enfrentar Vélez Sársfield ou LDU, que jogarão novamente na quinta-feira, no Equador. Na ida, o time argentino conquistou boa vantagem ao ganhar por 3 a 0.
Fora do Copa Libertadores e com campanha fraca no Campeonato Carioca, que já terminou com o título do Flamengo, o Fluminense só volta a campo no dia 22 de maio para enfrentar o São Paulo, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão.
O jogo
Precisando marcar dois gols para conquistar a classificação às quartas de final, o Libertad tomou logo a posse de bola e trocou passes no campo de ataque. Encolhido, o Fluminense apostava em contra-ataque pelo lado do campo, com sempre com um dos centroavantes aparecendo na área para concluir. Foi assim, aos 8min, Marquinho levantou para Fred, que cabeceou fraco e sem direção.
Melhor em campo, o Libertad teve dificuldades para infiltrar na defesa da equipe carioca. A primeira vez que conseguiu transpor a linha adversária foi aos 10min. Gamarra fez boa jogada pelo lado direito da área, foi até a linha de fundo e tocou para o meio da pequena área. O volante Valencia se esticou e cortou a bola antes de chegar no atacante, que estava pronto para concluir. Porém, o colombiano levou prontamente a mão na coxa.
No contra-ataque, o Fluminense escapou pela direita e o lance foi parar no lado esquerdo do ataque do time carioca. Marquinho dominou e levantou na área para Rafael Moura. O atacante cabeceou e o goleiro Vargas defendeu a bola. O jogo estava truncado e o jogo teve que ser parado para atendimento em Fred, aos 14min. O camisa 9 disputou bola no alto com Canuto e levou uma cotovelada no supercílio esquerdo, que prontamente abriu e começou a sangrar.
Logo no recomeço da partida após o atendimento médico, o técnico Enderson Moreira teve que alterar a equipe. Sentindo dores após o lance aos 10min, Valencia teve deixar o campo e foi substituído pelo também volante Diogo. O domínio do time paraguaio passou a se transformar em pressão. Aos 19min, Samudio cobrou falta na área. A bola foi na segunda trave e Canuto ganhou no alto do marcador e testou firme para o gol. Bem posicionado, Ricardo Berna apenas espalmou para o lado.
O Libertad voltou a chegar no minuto seguinte. Após blitz paraguaio na área do Fluminense, a bola sobrou para Aquino que arriscou de fora da área para nova defesa de Ricardo Berna. O goleiro teve que trabalhar novamente aos 21min. Gamarra chutou forte de fora da área o arqueiro brasileiro teve que espalmar para escanteio.
A pressão do time da casa não cessou. Aos 23min, os jogadores do Libertad foram para a área esperando que Ayala levantasse a bola em cobrança de falta na área. Porém, o volante arriscou com muita força direto para o gol. A bola desviou no meio do caminho em Pavlovich e foi para fora. Ricardo Berna que saía pensando que viria um cruzamento, quase foi surpreendido.
Apenas outros dois minutos depois e o Libertad criou boa jogada pelo lado esquerdo de ataque. Gamarra tabelou com Maciel e ao entrar na área adiantou muito a bola. Diguinho dominou, mas pressionado pelo jogador paraguaio, recuou curto para Ricardo Berna. No susto, o goleiro chutou a bola que bateu no atacante do Libertad e quase entrou para o gol.
Precisando marcar gols, o Libertad continou pressionando, mas aos poucos, parou de ameaçar o gol de Ricardo Berna. A última chance do primeiro tempo foi do Fluminense, aos 42min. Do lado esquerdo do campo de ataque, Conca bateu falta alçando na área. Diogo apareceu bem na área e cabeceou. A bola parecia despretensiosa e bateu no travessão do time paraguaio.
Ao contrário da postura defensiva nos primeiros quarenta e cinco minutos, o Fluminense voltou ainda cauteloso para o segundo tempo, mas mais agressivo quando tinha a posse de bola. Com o time carioca mais aberto, a defesa abriu espaços e o Libertad teve a primeira chance. Aos 4min, Maciel recebeu na entrada da área de costas para a defesa, girou e arriscou. A bola passou por cima do gol, sem perigo par ao goleiro Fernando Prass.
O time paraguaio voltou assustar aos 7min. Após jogada pelo lado esquerdo, a bola foi alçada na área e Pavlovich testou. A bola foi alta e Ricardo Berna teve que esticar para não ser encoberto. O técnico Gregorio Pérez resolveu dar ainda mais poder ofensivo para o time da casa ao sacar o volante Ayala e colocar o meia Rojas.
A substituição surtiu efeito e o Libertad passou novamente a acuar o Fluminense em sua área. Aos 9min, Pavlovich recebeu passe livre dentro da área e finalizou colocado. Ricardo Berna pulou bem em seu canto esquerdo e fez grande defesa. No minuto seguinte, Gamarra fez boa jogada pelo lado direito, invadiu a área e tocou para o meio da pequena área. A bola passou por Ricardo Berna e também por Pavlovich, que por pouco não conseguiu tocar na bola e desviar para o gol livre.
A alteração do treinador da equipe da casa surtiu efeito e o Libertad abriu o marcador no Defensores del Chaco justamente com Rojas, que tinha entrada a poucos minutos no lugar do volante Ayala. O camisa 10 recebeu fora da área e chutou forte colocado. Ricardo Berna pulou no canto esquerdo e ainda tocou na bola, mas não evitou que a bola entrasse no fundo das redes.
A equipe paraguaia precisava apenas de mais um gol após abrir o marcador e continuou pressionando os cariocas. Porém, o nervosismo do Libertad aumentava a cada minuto e os espaços para o Fluminense contra-atacar também. Aos 27min, Marquinho carregou a bola até a entrada da área e tocou para Fred, mas o atacante do Flu desperdiçou boa chance finalizando por cima do gol.
Para ganhar mais velocidade no ataque, o técnico Enderson Moreiro tirou o centroavante Rafael Moura e colocou em campo Araújo, para ter mais jogadas pelo lado de campo. O treinador do Libertad reagiu e também alterou a equipe. Sacou o cansado Gamarra, que fez grande partida, para a entrada de Núñez.
Aos 33min, o Libertad voltou a atacar. Rojas recebeu passe na entrada da área e finalizou, mas a bola subiu muito e passou por cima do gol. O time paraguaio voltou a chegar com muito perigo dois minutos. Após boa jogada, a bola sobrou para Núñez. O jogador arriscou e a bola desviou na zaga e saiu para escanteio.
Depois de tanto pressionar, o Libertad marcou o gol que garantia a classificação às quartas de final. Em jogada pelo lado direito, o lateral esquerdo Samudio dominou na entrada da área e arriscou no canto, sem chances de defesa para Ricardo Berna, levando a pequena torcida no Defensores del Chaco à loucura.
Com o Fluminense nervoso em busca do gol que recolocava a equipe nas próximas de final, a Libertad definiu a classificação aos 46min. Após nova jogada pelo lado direito, Núñez completou para o fundo das redes e decretou números finais ao marcador, colocando o time paraguaio nas quartas de final.
Ainda sobrou tempo para o lateral direito Mariano receber cartão vermelho após cometer falta violenta. Depois da classificação heróica às oitavas de final, o Fluminense cai de forma inacreditável para o Libertad.
Libertad 3 x 0 Fluminense
Gols
Libertad: Rojas aos 12min, Samudio aos 40min e Núñez aos 46min do 2º tempo
Libertad: 
Vargas; Bonet, Portocarrero, Canuto e Samudio; Ayala (Rojas), Cáceres e Aquino; Gamarra (Núñez), Maciel (Orué) e Pavlovich
Técnico: Gregorio Pérez
Fluminense: 
Ricardo Berna; Mariano, Gum, Edinho e Júlio César; Valencia (Diogo), Diguinho (Rodriguinho), Marquinho e Conca; Fred e Rafael Moura (Araújo)
Técnico: Enderson Moreira
Cartões amarelos
Libertad: Pavlovich, Ayala e Samudio
Fluminense: Marquinho, Ricardo Berna, Diguinho, Conca e Fred
Cartão vermelho
Fluminense: Mariano
Árbitro
Roberto Silvera (URU)
Local
Defensores del Chaco, Assunção (Paraguai)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nossos leitores - Our readers

Postagens populares

Seguidores

Destaques - Jornal Cidade em Foco Az

Veja também:

Obras no Palestra Itália - SP/BR